APACAp no ConDir 05/04/2022

19 Abr

RESUMO DO CONDir do CAp UFRJ 

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 05 de abril de 2022, 14h.

O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três Técnicos Administrativos, por três representantes dos alunos e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional. 

Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata oficial da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.  

(*) A íntegra da Pauta e seus anexos é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

PAUTA do ConDir:

  1. Expediente:
    1. Informes:
      1. Direção Geral
      1. DALPE
      1. DAE
      1. Conselheiros
      1. Representações
  • Ordem do Dia:
    • Ata – ConDir;
    • Afastamentos de sede – do/no país;
    • Apreciação de Projetos;
    • Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;
  • INFORMES
  • Direção Geral

– Distribuição de HDs externos de 1Tb (01 para cada setor);

– Chegada e disponibilização para as aulas de 5 aparelhos de Datashow;

– Chegada de 02 aparelhos de ar-condicionado comprados em caráter emergencial, sendo um para a sala dos professores;

– Chegada de peça para conserto do ar-condicionado do Teatro.

– Há planejamento para troca de 10 aparelhos de ar-condicionado;

– Disponibilizados, em caráter emergencial, R$ 50.000,00 da Reitoria para adiantar a obra de reparo das rachaduras da quadra e obra para corrigir vazamento no telhado (troca de manta, descupinização e substituição de madeiras) e compra de material de educação física. Este montante completará a verba de R$ 332.000,00 já empenhada para estes fins;

– O CAp UFRJ não é mais Unidade de Administração de Serviços Gerais da UFRJ (UASG). Tudo passa pelo CFCH (Centro de Filosofia e Ciências Humanas). Isso significa que a Escola não assina mais pagamento ou empenho, e, sim, o atual decano (responsável até junho, quando haverá nova eleição). A desvantagem de ser CFCH é que os trâmites demoram um pouco mais. A vantagem é o Cap poder participar de atas diversificadas para compras;

            Exemplo: o edital para os Laboratórios de Informática – LIG –          são feitos pelo CFCH, englobando manutenção de      computadores e gestão de páginas. Mas a verba sai da “cota” do CAp.

Promessa da Reitora na última reunião remota com a APACAP, em 21/10/2021, sobre implantação de novo sistema informatizado de notas do Cap. Não houve nenhum andamento novo desde então;

Cobrança do Condir: incluir o CAp no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA) da UFRJ;

– PR-7 deverá conversar com reitora para tentar obter assistência estudantil para os alunos em situação de vulnerabilidade do CAp UFRJ. Não foi detalhada a agenda dessa ação.

(Nota: SOE e APACAp já frisaram a urgência dessa demanda).

– A DG solicitou à Diretoria de Acessibilidade da UFRJ (DIRAC), e foram aprovados, para projeto com alunos da Educação Especial, 10 facilitadores que já estão em treinamento (devem chegar em maio), além de 2 intérpretes de libras (para reuniões e lives). Estes facilitadores ficarão sob a responsabilidade dos professores da Educação especial;

– A DG manifestou preocupação com a acessibilidade e que está atenta em suprir necessidades para a entrada, em 2023, de um aluno cego na sede Lagoa. Sabem, da mesma forma, que a rampa é muito íngreme para cadeirantes (mas este é um projeto custoso e que só poderá ser pensado para o futuro). Para o Parquinho, sabem que há apenas um acesso possível (melhor, mas ainda não ideal). DIRAC virá a sede Lagoa para apontar soluções de acessibilidade possíveis;

– A DG anunciou a chegada iminente dos professores substitutos e efetivos ao CAp.

SOBRE REUNIÃO da DG com a Reitora da UFRJ, profa. Denise Pires de Carvalho, em 22/02/2022:

  1. A DG solicitou professores efetivos para o CAp;
    1. A Reitora convidou a DG para irem juntas ao MEC.
    1. Entrega de laudos de manutenção predial e carta da Apacap sobre o Prédio da Educação Infantil. A reitora sugeriu entregar à PR3 – mas o CFCH informou, através de sua superintendente, que este não é um caminho possível (OBS.: A partir da negativa do CFCH, a DG entrou em contato com a PR7, que parece ser o caminho mais efetivo para resolver as necessidades estruturais da Ed. Infantil);
    1. Quanto ao orçamento para a Educação Infantil, ao contrário do decidido no Consuni, a criação do GT para integração do CAP não seria o melhor caminho, mas sim através do COAF. Contudo, a superintendente do CFCH afirmou que no COAF não é o melhor local para realizar tal demanda. A DG encaminhará ofício à PR3 para solicitar complementação de verba do Cap UFRJ.

(Nota: APACAp entregou à DG lista com demandas urgentes de infraestrutura do campus Fundão)

  • DAE FUNDÃO

– Chegaram, na semana passada, os professores substitutos. Na quarta, dia 30/3, retomaram o horário integral em todos os grupos;

– Reuniões com os responsáveis serão realizadas na próxima semana;

– Conseguiram a doação de livros literários para a Educação Infantil, Fundamental 1 e 2 – alguns irão para as bibliotecas, outros serão destinados a setores específicos (Português, por exemplo);

– Sobre o rigor na suspensão de aulas ocorrida na semana anterior ao CONDIR, que foi alvo de questionamentos de responsáveis na reunião virtual da APACAp com os representantes das famílias da Educação InfantiI, em 31/03/2022, explicaram que além de 2 professoras testarem positivo, 3 estudantes apresentaram sintomas e suas famílias testaram positivo. Na impossibilidade de vacinar os pequenos, a orientação do GT de segurança foi o retorno de crianças testadas após o 7º. dia e de não testadas a partir do 10º. dia. Lembraram que o protocolo original previa 15 dias de afastamento com mais de uma criança com teste positivo e que houve flexibilização porque o cenário melhorou;

– Sobre o tema vacinação, a DG informou que a cobertura vacinal dos estudantes subiu de 50% para 80% dos estudantes, após busca ativa e reunião virtual realizada entre responsáveis resistentes à vacinação e o GT de segurança (apenas uma família participou);

  1. Dia da Vacinação: 40 crianças tomaram a 2ª. Dose; 1 tomou a 1ª. Dose;
    1. 160 estudantes ainda não se vacinaram;
    1. Haverá mais um dia de vacinação, se houver demanda, com data a ser informada pela escola.
    1. A escola entende que não pode impedir o acesso à Escola de crianças não vacinadas, mas estas crianças estão submetidas ao risco. Os nomes dos estudantes não vacinados, após todas as tentativas de convencimento da escola, serão enviados ao Conselho Tutelar – em respeito ao ECA.
  • DAE LAGOA:

– Realizadas reuniões com famílias do EF1 e EF2; esta semana, ocorrerão reuniões com famílias do E. Médio;

– Sobre livros didáticos do E. Fundamental 2: os livros são reutilizados dos anos anteriores. Apenas 50% dos livros foram devolvidos. PROPOSTA: fazer uso compartilhado, por mais de um aluno, de cada livro. Ver com os setores se a Escola guardará os livros ou se alguns alunos podem ficar responsáveis por esta guarda;

  1. ATENÇÃO: foi cogitado por representante da APACAp se é possível arrecadar fundos para fazer cópias dos livros que faltam. A diretoria anuiu, mas solicitou também que a APACAp entrasse em contato com os responsáveis de alunos que cursaram o EF2 em 2019 e 2020 para aumentar a taxa de livros devolvidos;
    1. Outro pedido à APACAp: fazer campanha para doação de uniformes – em especial, para o Ensino Médio, inclusive com convocação de ex-alunos.
  • DALPE

– Sobre o Laboratório de Informática – LIG:

  1. Esta semana chegarão 5 bolsistas para cuidar do Laboratório de Informática;
    1. A UFRJ abriu edital para requisitar verba para os diversos LIG (rede, auxílio técnico, softwares). A DALPE enviou e-mail para os professores para estruturar projeto para o CAp, sede Lagoa;
    1. O Fundão não pode ser contemplado por não ter LIG, embora tenha 2 computadores lá;
      1. Proposta: o CAp Fundão pode fazer um projeto para, mais para frente, criar um LIG. O edital atual é apenas para os LIG já existentes.
    1. Projeto CALEIDOSCÓPIO: a DALPE pediu aos setores o que falta para orçar a “boneca” do livro (orçamento de gráfica);
    1. Pesquisa “Diário Geográfico da Pandemia”: projeto aprovado e constará da base de dados
  • SETORES CURRICULARES:

Artes Visuais:

– Setor sugere criação de projetos e formação continuada sobre o tema do racismo.

            – FRANCÊS:

– Setor tem projeto com a Embaixada da França para transformar o CAp numa escola bilíngue. Haverá reunião em 28/04 com a adida da França para tratar do projeto;

– Uma assistente de francês ficará até dezembro para servir de suporte ao setor, para professores e alunos que tenham, p. ex., demanda em estudar na França.

– A DG assinalou que também está demandando assistentes de Espanhol e de Inglês.

            – FÍSICA:

                        – Retorno presencial do projeto de robótica, que conseguiu  sobreviver à pandemia. Inicia a Oficina 2 esta semana e, em seguida,    a Oficina 1 para alunos do 9º. ano ao Ensino Médio.

            – APACAp – pauta representada:

Relato das reuniões realizadas com a Direção Geral, em 15/03, com responsáveis representantes da Educação Infantil, em 31/03, e DAE Fundão, em 04/04, com agradecimento e pedido de continuidade pelos canais abertos;

Uniformes na Educação Infantil: APACAp informou sobre a pesquisa realizada sobre uniformes na Ed. Infantil. A partir do resultado, que demonstrou que a maioria deseja a obrigatoriedade do uso de uniformes. A APACAp sugere uniforme, com modelo a ser estipulado pelo CAp, facultativo para 2022 e obrigatório a partir de 2023.

Reposta da DG: pediu tempo para pensar o assunto.

Solicitação de resumo da plenária sobre a perda pedagógica durante a pandemia;

Resposta da DG: Não foi sobre resultados, mas sobre como abordar os dados diagnósticos e como pensar no processo educativo. Farão a devolutiva nas reuniões de pais, afirmando que o processo avaliativo ainda não foi fechado.

Cronograma de obra da quadra

Resposta da DG: foi feito o empenho da verba do projeto. Estimam que as obras possam ser iniciadas em setembro, mas, antes disso, haverá a licitação da obra em si.

Suspensão de aulas por paralisação de técnicos adm.: Registro de preocupação com a paralisação e interrogação sobre como o CAp está se preparando para enfrentar eventual greve  de técnicos e funcionários.

Resposta da DG: sem técnicos, não há segurança para manter as aulas. A diretoria assinalou que a consciência da urgência em retomar as aulas presenciais levou o CAp a iniciar o ano com uma defasagem de professores nunca antes enfrentada e que o risco da precariedade foi assumido por entender a necessidade de voltar. Em caso de greve, será preciso estudar o que fazer, visto as responsabilidades com a segurança dos estudantes envolvidas. A DG assinalou que a pandemia criou um “gap” na compreensão das normas de convivência entre os alunos que demanda uma atuação dos funcionários ainda mais atenta;

Educação Infantil tem chamada de pesquisas – DG pede ajuda da APACAp para sensibilizar as famílias da EI para que deem retorno e autorização para a inclusão dos estudantes nas pesquisas realizadas pelas outras áreas da UFRJ,  lembrando a função de aplicação da Escola. Pois estão enfrentando resistência das famílias, não tendo sucesso na realização de encontros presenciais com os pesquisadores para tirar eventuais dúvidas.

OUTRAS DEMANDAS:

– Micro-ondas: A DG lembrou da necessidade de consertar os aparelhos, para professores e alunos e disse que arcará com o conserto de um aparelho. Colégio pediu a compra de 5 aparelhos e que, no momento, não há como consertá-los porque não liberaram a verba de manutenção de equipamentos.

Nessa reunião do ConDir as famílias estiveram representadas pela(o)s membros da APACAp:  Camila Vidal e Adriano Vinagre

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: