Archive by Author

APACAp no ConDir de 30/08/22

6 Set

RELATO DO CONDir do CAp UFRJ 

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 30 de agosto de 2022, 14h.

O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três Técnicos Administrativos, por três representantes dos alunos e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional. 

Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.  (*) A íntegra da Pauta é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

PAUTA do ConDir:

Conselho Diretor – 30 de agosto de 2022.

PAUTA:

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;

2.2. Afastamentos de sede – do/no país;

2.3. Apreciação de Projetos;

2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Obrigatoriedade do uso de máscara no CAp-UFRJ;

2.6. Agenda de debate – NORMAS DE CONVIVÊNCIA;

2.6. Resolução – Regimento Conselho Diretor.

Informes da Direção Geral

A Direção Geral iniciou parabenizando os estudantes pela organização na festa junina. Parabenizaram a barraca da APACap. Agradeceram a presença dos professores e técnicos.

Mais uma vez a DG pediu atenção aos alunos que o uso da bola é dentro da quadra. Disse que o Parquinho de Pedra, o corredor próximo à Sala de Música e em frente a sala do NEEI não são lugares para jogarem futebol.

A DG informou sobre a reunião do CondCap:

·       Segundo a DG numa análise pós pandemia com todos os Caps presentes, as falas são as mesmas sobre problema dos estudantes terem perdido vivência escolar, crianças que se agridem mutuamente, saúde mental dos estudantes e servidores está sendo relevante em todos os Caps; muitos estudantes e servidores sofrendo de depressão e ansiedade.

·       Informou sobre  o ingresso de 7 novos Colégios de Aplicação. No entanto o orçamento do ano que vem ainda não contempla essas escolas.

·       O CondCap precisa definir uma matriz de divisão de verba. Será formado um GT para pleitear assistência estudantil e inclusão de alunos com deficiência.

A DG informou ainda que recebeu servidores do Sistema de Alimentação da UFRJ e o projeto do restaurante está iniciado. Como o processo de licitação demora aproximadamente uns 3 meses, provavelmente, somente no segundo semestre o mesmo estará em funcionamento.

Ainda segundo a DG, será necessário repensar o horário dos alunos, uma vez que a alimentação passará a fazer parte da rotina do colégio. Para isso, aproveitarão que já há um GT formado para a reformulação do Ensino Médio e terá um GT para estudar uma possível reformulação na grade no Ensino Fundamental II também. Disse ainda que caso os coordenadores do Ensino Fundamental I vislumbrem necessidade de reformulação que devem sinalizar para também ser criado um GT.

Por fim informaram que chegaram 5 aparelhos de ar condicionado e estão com previsão de chegarem mais esse ano e ano que vem.

Informes da DAE:

A DAE propôs que a recuperação do segundo trimestre ocorre na primeira hora do dia durante as duas primeiras semanas do período de recuperação (12/09 até 7/10). Durante as duas primeiras semanas os tempos de aula seriam reduzidos para 40 min e o primeiro tempo (a hora restante) serviria para a recuperação. Nas duas semanas de horário reduzido, os alunos que não estão em recuperação poderiam chegar mais tarde a escola.

Nas duas últimas semanas da recuperação a proposta é que as aulas de recuperação ocorram à tarde.

A DAE também atualizou as datas de avaliação que faltavam no calendário:

Avaliação – de 3/11 até 10/11

2ª chamada – de 12/11 até 19/11

Para o 3° ano do EM a avaliação ocorrerá de 31/10 a 4/11, sendo a 2ª chamada no mesmo período que os demais.


Informe dos Conselheiros:

SOE – O SOE informou sobre o projeto PANDA, projeto desenvolvido pelo Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Neuropsicologia da UFRJ. Tal projeto, oferece avaliação neuropsicológica para alunos com dificuldades de fala e aprendizagem e atualmente vem enfrentando dificuldades na compra de materiais de teste de forma que pode acabar inviabilizando a testagem. O SOE solicitou ajuda da APACAp para arrecadar junto com a comunidade escolar, doações de materiais para o projeto.

Pauta da APACAP:

A APACap parabenizou o Grêmio pela organização e realização da Festa Agostina. Agradeceu a todos os funcionários do CAp pelo apoio à barraca da Apacap.  Agradeceu a Andreia da Cantina que cedeu botijão para ser usado na Barraca. E por fim, agradeceu a participação das famílias, sobretudo, do EFI que doaram caldos e livros para venda e participaram ajudando na venda na barraca.

A APACAp questinou sobre como está o andamento do projeto da quadra. A DG informou que a empresa escolhida ainda não apresentou o documento de responsabilidade técnica para o projeto da quadra.

– Campus Fundão – A APACAp reiterou o pedido de reunião com a reitora. E após a DG informar que a reitora já conhece os problemas de infraestrutura do Campus Fundão, a APACAp externou que então um acidente com um reboco na cabeça de alguém não seria mais acidente e sim tragédia anunciada. Que não basta saber dos problemas e o ETU fazer laudo. Que uma intervenção é urgente.  A APACap ainda ressaltou que as obras na Lagoa andam mais rápido do que as obras no Fundão, como por exemplo o  restaurante. Nesse momento a DG informou que o restaurante está há dez anos para sair do papel e a APACAp informou que apesar de o Fundão ter sido integrado em 2018 os problemas já se arrastam desde 2016 ou antes. Reiteramos a necessidade de a reitora receber a APACAp.

A APACAp informou sobre a carta da família com filho da Ed. Especial. Informamos que as famílias assistidas estão com demandas não atendidas. Não foi possível discutir essa questão no momento pois segundo a DG o assunto não estava em pauta. E informou que conversaria individualmente com a família no dia seguinte ao Condir.

2. Ordem do Dia:


Obrigatoriedade do uso de máscara no CAp-UFRJ – a DG informou que o GT Covid da UFRJ elaborou um parecer informando que podem liberar o uso de máscaras. No entanto recomendam fortemente que as pessoas com maior vulnerabilidade à doença permaneçam usando e que pessoas com sintomas gripais também utilizem.

Agenda de debate – NORMAS DE CONVIVÊNCIA – A DG propôs uma agenda de debates sobre as normas de convivência. Segundo a DAE, os estudantes deverão se envolver nos debates para que as normas tenham maior adesão e entendimento.

Resolução – Regimento Conselho Diretor – as mudanças no Regimento foram aprovadas por unanimidade.

Nessa reunião do CONDir as famílias estiveram representadas pela(o)s membros da APACAp Ana Carolina Bellot e Esmeralda Soares.

 

APACAp no ConDir de 12/07/22

15 Jul

Resumo do ConDir do CAp UFRJ

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 12 de Julho de 2022, 14:30 h.

O Conselho Diretor (CONDIR) é órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – CONSUNI -, em 27/07/2018.

A comunidade escolar está representada no CONDIR pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor-Adjunto de Ensino. A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três técnicos administrativos, por três representantes dos alunos e por um representante das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta (*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta e seus anexos é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

Pauta do ConDir:

PAUTA:

1. Expediente:
1.1. Informes:
1.1.1. Direção Geral
1.1.2. DALPE
1.1.3. DAE
1.1.4. Conselheiros
1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;
2.2. Afastamentos de sede – do/no país;
2.3. Apreciação de Projetos;
2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Integração do CAp-UFRJ à “Frente Regional: Revoga Novo Ensino Médio”;
2.6. Desdobramentos da final do Bolão-Bolão


INFORMES DA DIREÇÃO GERAL:

– A Direção Geral abriu a reunião informando que enviou edital de admissão de alunos para consulta da Procuradoria da UFRJ. Informou também que o calendário está organizado para que matrícula da EI e 1⁰ ano do EFI seja feita com antecedência. Esse foi um pedido do SOE para adiantar as reuniões com as novas famílias.

– Foi informado que a PR7 criou um Fórum de Políticas Estudantis e convidou dois representantes do Grêmio e dois docentes para participarem desse Fórum. Os docentes já foram indicados. A DG informou que entende que é necessário formar uma comissão interna da escola para tratar das políticas de assistência estudantil, a fim de que a representação leve as tratativas ao Fórum. A ideia é uma comissão com docentes, técnicos, SOE, direção, além de convidarem um assistente social da UFRJ. A DG entende que a participação de alunos nessa comissão interna não é adequada uma vez que tratará de questões sensíveis de núcleos familiares.

– Foi informado que a posse do novo decano do CFCH será dia 5/08 no teatro do CAp Lagoa. A DG manifestou desejo de fazer uma despedida para o atual decano que, segunda ela, sempre atuou como parceiro da escola.

– A Direção informou que a obra do parquinho de pedras já iniciou e que será colocada a grama sintética. No entanto, acatou o pedido dos professores sobre a área de experimentação sensorial e terá um pequeno espaço com essa função.

– Sobre a cobertura da quadra informaram que a UFRJ cobrou da empresa que apresentou o projeto algumas questões que estavam faltando.

– Foi informado que caiu mais um reboco no pátio da unidade Fundão. Segundo a DG a PR3 não deu nenhum retorno sobre a obra estrutural na unidade.

– DG pediu que professores reforçassem com os alunos da sede Lagoa a necessidade de deixarem a sala às 12h40 quando o sinal bate. Os estudantes estão ficando nas salas e há dificuldade de fazerem a limpeza para o turno da tarde. Reforçaram ainda que é proibido comer dentro de sala de aula por conta de tirarem as máscaras, mas os alunos continuam com essa prática.

– Informe do ocorrido no Bolão-Bolão

No dia da final masculina do Bolão-Bolão estudantes soltaram um artefato explosivo vendido como “cabeção-de-nego” e duas estudantes foram atingidas diretamente, não por estilhaços, mas pelo alto ruído sonoro. Uma das estudantes está com ameaça de perda auditiva. A DG informou que providenciou atendimento para a estudante no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e que conversou com a família da aluna.

Na segunda-feira, após o incidente, a escola convocou os estudantes, o SOE, a DAE e o setor de Educação Física para conversarem sobre a situação ocorrida. A DG disse que os professores e a direção ficaram impressionados com o nível de imaturidade dos estudantes que pareciam não entender a responsabilidade sobre o ato. A ideia da conversa era que os alunos compreendessem a gravidade do ato de jogar a bomba.

Segundo a Direção, foram construídos alguns encaminhamentos. Primeiro eles entenderam que a comissão organizadora do evento deveria se manifestar publicamente sobre o fato pois a escola inteira deveria saber do ocorrido. DAE, SOE, e um professor de Ed Física passaram em todas as salas da escola, no turno da manhã, conversando sobre o ocorrido.

A DG informou ainda que está em processo de escuta com estudantes. Dois estudantes, um do 3º EM e um do 2º EM, foram suspensos por 10 dias. Segundo a DG, os dois estudantes receberam a sanção máxima permitida pela escola. Existem outras sanções, como por exemplo, o desligamento, que só pode ser efetuado com deliberação do Conselho Universitário da UFRJ – CONSUNI.

Outro encaminhamento é sobre a Festa Junina: esse ano a mesma terminará antes de anoitecer. A DG disse que cogitaram cancelar, mas isso seria penalizar todos os estudantes, inclusive os mais novos. E que, portanto, diminuir o tempo da festa junina é uma forma de mostrar aos estudantes que houve uma quebra da confiança que a escola depositava neles.

– Informes sobre o episódio de assédio

Recentemente as alunas do turno da manhã, sede Lagoa, organizaram uma manifestação na porta da escola sobre a ocorrência de assédio entre alunos. A escola chamou o Grêmio para uma conversa e os representantes dos alunos entenderam que a atuação da escola no caso do incidente no Bolão-Bolão foi eficiente, mas no caso do assédio não havia sido. A escola, no entanto, informa que conversou com as famílias dos envolvidos, aplicou sanções aos mesmos e que tem tratado a questão diretamente com eles.

Contudo, a escola entendeu com o Grêmio que os alunos precisavam discutir de maneira ampla essas questões de assédio. Assim, ficou decidido que haverá debates dentro de sala de aula envolvendo DAE, SOE, Grêmio para que seja uma ação institucionalizada.

A APACAp informou que essas ações também devem envolver as famílias uma vez que diz respeito a todos os alunos do colégio, inclusive os menores. A DG concordou.

Por fim, foi informado que no retorno às aulas haverá dois dias em que a DG fará palestra para reforçar as normas de convivência que existem no CAP. As normas estão disponíveis no site do Cap. Informaram ainda que essas normas precisam ser rediscutidas e atualizadas. Disse também que iniciarão pelo uniforme: os estudantes precisam usar uniformes.

Informes da DAE:

– A DAE informou que fará em agosto uma semana reflexiva, pois as questões disciplinares estão sendo vividas intensamente. Disse que é preciso pensar ações disciplinares mais efetivas. A DAE acredita que após o recesso há uma oportunidade de melhorar essas questões disciplinares, pois esse primeiro semestre foi de muito aprendizado.

– Informou ainda que é preciso rever a questão acadêmica das aulas de apoio, pois na percepção do setor a recuperação foi “caótica” (exemplo: escola muito cheia, alunos agitados etc).

A DAE  pediu a ajuda dos professores para que haja uma forma de melhorar a dinâmica das aulas de apoio. Segundo a DAE, algumas crianças que saiam às 17h, chegavam em casa as 21h e tinham que voltar para escola às 7h.

Por fim, a DAE se disse contemplada com os informes da DG.

Informe dos CONSELHEIROS:

– Representante do Multidisciplinar pediu para a DG pensar numa plenária interna ou seminário para discutir sobre ações pedagógicas para o segundo semestre. Indica possibilidade para reagendamento de agosto da plenária de junho.

– Representante do NEEI identifica a necessidade de diálogo de vários setores para ampliar a discussão sobre a inclusão na escola.  Núcleo tem organização interna, possui princípios pedagógicos e entregou um documento para DG com proposições baseadas nos princípios legais, com o objetivo de pensar como institucionalizar esses princípios. Traz para o 2° semestre pedido de inclusão de assento do Núcleo no Condir.  O NEEI concluiu o curso de Libras para iniciantes e quer iniciar o curso intermediário de Libras. Planejamento para que nas segundas quartas-feiras do mês haverá discussão com temas: autismo, deficiências múltiplas etc. No dia 17/08 haverá o encontro “Inclusão como Direito Humano”. Esses encontros presenciais são abertos à comunidade.

– Representante da APACAp perguntou sobre a cozinha da unidade Lagoa. A DG informou que o Escritório Técnico Universitário – ETU – já foi à escola, mas agora precisa fazer reunião com os administradores do restaurante universitário para saber o que precisa ter na cozinha.

– A APACAp questionou também sobre a data da reunião com a Reitora. A DG pediu para esperar a diretoria geral, professora Fátima  Galvão, voltar de férias, pois a Direção precisa de dois momentos com a Reitora: um para falar da EI (APACAp) e outro para falar sobre assistência estudantil.

PARTICIPAÇÃO DO COLÉGIO PELA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO.

Mais uma vez foi adiada a votação sobre a participação do CAP na “Frente Regional: Revoga Novo Ensino Médio”.

DESDOBRAMENTOS DA FINAL DO BOLÃO-BOLÃO

A DG informou necessidade de ações mais enérgicas e eficazes para melhorar a disciplina dos estudantes. Diversos professores informaram sobre a falta de disciplina.

A APACAp colocou que questões disciplinares são recorrentes em todo Condir e que já sugeriu que fosse criado um grupo multidisciplinar para atuar em projeto de saúde mental na escola.

A escola está discutindo formas de como pode atuar de forma mais eficaz.

Nessa reunião do CONDIR as famílias estiveram representadas por Ana Carolina Bellot, membro da diretoria da APACAP.

 

 

APACAp no ConDir de 28/06/22

2 Jul

Resumo do ConDir do CAp UFRJ

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 28 de Junho de 2022, 14:30 h.

O Conselho Diretor (CONDIR) é órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – CONSUNI -, em 27/07/2018.

A comunidade escolar está representada no CONDIR pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor-Adjunto de Ensino. A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três técnicos administrativos, por três representantes dos alunos e por um representante das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta e seus anexos é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

Pauta do ConDir:

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;

2.2. Afastamentos de sede – do/no país;

2.3. Apreciação de Projetos;

2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Alterações no calendário 2022

2.6 Permanência do afastamento da Professora Ana Teresa.

2.7 Participação do Colégio pela revogação da reforma do ensino médio

* Os itens 2.6 e 2.7 foram incluídas na pauta durante a reunião após aprovação unânime dos presentes

INFORMES DA DIREÇÃO GERAL:

– A direção geral abriu a reunião informando sobre a reforma do “Parque de Pedras” na sede Lagoa. A obra começará de imediato e tem previsão de duração de trinta dias. O projeto inclui a preservação da parte de árvores e jardins, mas haverá cobertura de grama sintética adequada às atividades lúdicas das crianças e de forma que não se machuquem. Toda parte em obra será protegida com tapumes para evitar acidentes. A referida obra incluirá também um reparo na parte de fora da calçada externa do colégio que foi notificado para reparar rachaduras. Enquanto as aulas ainda estiverem em andamento, será evitado o uso de britadeiras para evitar perturbação sonora no ambiente escolar. Parte da obra será agilizada nas férias.

Mais uma vez a APACAP indagou sobre a reforma da quadra, e a informação foi de que ainda existem exigências a serem cumpridas e algumas retificações no projeto apresentado. Como o ETU afirmou que até setembro de 2022 a obra começaria, ainda está no prazo para fazerem os ajustes necessários à consecução da mesma.

– O CAP recebeu um ofício do Governo Federal, com fulcro no art. 73 da Lei 9504/97, proibindo qualquer divulgação de propaganda política partidária, tanto atuais como pretéritas, principalmente nas redes sociais. Por esta razão, serão retiradas das redes sociais do CAP: Facebook, Instagram e Youtube qualquer postagem que tenha conotação política, durante o período eleitoral.

– Em relação à quarta onda da pandemia, e casos de COVID no colégio, foi informado que quatro professores estão afastados por motivo da contaminação pelo vírus. A ação seguida pelo colégio, segundo orientações do Centro de Testagem para Doença (CTD)  da UFRJ é a seguinte:

Apresentando sintomas gripais ou inflamações no trato respiratório, o membro da comunidade capiana, (servidores, professores, alunos) deve ser imediatamente afastado;

A partir do 3º dia deve se realizar o teste, em caso de positividade, continuará afastado por mais 7 dias, perfazendo um total de 10 dias de afastamento, contando com os primeiros dias sintomáticos;

Se a pessoa, apresentar sintomas, tiver contato com outras pessoas contaminadas e se o teste de swab nasal der negativo, a indicação é fazer o PCR, para ter certeza da infestação pelo vírus;

No momento, não se cogita suspensão geral das aulas. Segundo o protocolo adotado pelo CTD, só haverá suspensão total das aulas se a alta taxa de positividade no ambiente escolar for maior que no ambiente externo;

As aulas serão suspensas na turma, se um número relevante de alunos for contaminado pela doença, ou se o professor for contaminado e não puder ser substituído.

– O uso de máscaras continua obrigatório nas dependências do colégio, e alertaram que muitos alunos têm se recusado a usar, ou usam inadequadamente. Com a quantidade grande de alunos, é humanamente impossível fiscalizar de forma satisfatória se todos os alunos estão com máscaras no rosto, portanto, foi pedida ajuda às famílias que conversem com seus filhos sobre a necessidade de proteção neste momento.

– A Direção agradeceu a doação de máscaras de proteção por iniciativa de mãe de aluno do EFII que mediante vaquinha virtual, garantiu numerário suficiente para máscaras infantis de proteção, pois o estoque da escola está muito baixo. As máscaras serão fornecidas aos alunos por demanda, pois não possuem quantidades suficientes para serem fornecidas a todos os alunos.

– Nesta data, um arquiteto da UFRJ foi ao CAP para viabilizar o projeto da cozinha para fornecimento da alimentação aos alunos.

 – Os alunos do Ensino Médio são os mais prejudicados pela falta de alimentação no colégio, pois  ficam o dia todo na escola, e com isso são os mais prejudicados pelo não fornecimento de alimentação. Algumas semanas, a diretora e vice diretora, mediante recursos próprios providenciaram alimentação destes alunos junto à cantina da escola, de forma emergencial. Diante da gravidade da situação, já pediram reunião com o Sr. Raupp a fim de que possa ser viabilizada ajuda junto ao setor de nutrição da UFRJ.

Informes da DAE:

– A DAE parabenizou o aniversário de criação do núcleo da  Educação Infantil pela UFRJ e como parte integrante do Colégio de Aplicação.

– Informou que na 5ª feira dia 30/07/2022 haverá “batalha de SLAM” com os alunos do 1º ano do ensino médio. Para quem não sabe, SLAM é uma batalha de poesia, onde cada aluno em poucos minutos apresenta ao público uma poesia de sua autoria.

– Quanto à recuperação dos alunos, haverá uma reunião com os docentes para avaliarem todo processo dos alunos realizado no primeiro semestre.

– Conforme deliberado na plenária de Abril, será criado um grupo de trabalho junto ao setor de psicologia da UFRJ para avaliarem os problemas comportamentais dos alunos do colégio. Serão discutidas propostas de normas de convivência no ambiente escolar. Estas reuniões serão realizadas com a DAE quinzenalmente, em dias alternados ao CONDIR, na sede Lagoa ou na Praia Vermelha.

– Decidido que a partir do segundo semestre não será mais tolerado que alunos ingressem no colégio sem uniforme ou com o mesmo desfigurado. O uniforme da escola será exigido como vestimenta adequada ao ambiente escolar. Caso não haja respeito a isso, o aluno será obrigado a voltar para casa, nos casos reincidentes será aplicado uma punição; advertência ou suspensão. A DAE reiterou o apoio dos pais na verificação do uso adequado dos uniformes.

– A DAE manifestou preocupação com as normas de convivência no ambiente escolar, e por se tratar de uma pauta coletiva, não é suficiente que somente o colégio providencie meios de melhoras nesta convivência. Será necessário que as famílias também conversem com seus filhos sobre como melhorar as relações, para tanto pediu colaboração da APACAP e do grêmio que também ajudem neste projeto.

Informe dos CONSELHEIROS:

– Representante do NEEI mostrou preocupação com a insubordinação dos alunos como, por exemplo,  a recusa  em usarem máscaras, e reafirmou a necessidade de melhora na convivência dos alunos dentro do ambiente escolar.

– O projeto “Recicla CAP” vais promover nos dias 11, 12 e 13 julho descarte de “lixos eletrônicos”. Nestes dias, estarão na escola para arrecadarem toda sorte de material eletrônico sem uso que devem ser descartados: pilhas, teclados, cabos, celulares etc. Quem se interessar saber mais sobre o projeto poderá enviar email para: reciclacap@gmail.com.

– O professor de História mostrou insatisfação com a recuperação dos alunos, principalmente os do 6º ano. Os alunos apresentam desinteresse, cansaço e principalmente sentem falta do fornecimento de alimentação para ficarem além do tempo na escola. Sugeriu que para melhorar essa recuperação que a mesma fosse realizada no mesmo tempo das aulas. Por exemplo, nos dois tempos da matéria, que num dos tempos fosse realizada a recuperação. A questão ficou de ser analisada pela DG.

ALTERAÇÕES NO CALENDÁRIO ESCOLAR

06/08 – Matinê docente do setor de biologia

13/08- Festa Junina Lagoa

27/08- Festa Junina Fundão

05/11- Mostra de Artes Visuais.

PARTICIPAÇÃO DO COLÉGIO PELA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO.

O Colégio de Aplicação foi convocado para participar com diversas instituições pela revogação da Reforma do Ensino Médio. Embora o colégio já esteja se preparando para se adequar à Reforma, a Direção entende que a Reforma que está sendo proposta não é adequada, mas para isso será necessário um debate mais elaborado com os docentes num assunto que merece bastante atenção. Está adiado para um outro momento estudarem a melhor forma da participação do colégio nesta pauta.

No encerramento, a DG informou que quatro alunos do CAP foram premiados nas Olimpíadas de Matemática e o Professor Premiado foi o Sr. Fernando Vilar.

O Edital para ingresso no CAP em 2023 já está pronto.

Sendo 15 vagas para Educação Infantil

33 vagas para 1ºano do Ensino Fundamental I

11 vagas para o 6º ano do Ensino Fundamental II

33 vagas para o 1º ano do Ensino Médio

Período de  Inscrição: 29/08/2022 a 30/09/2022

Sorteio: 19/11/2022

Matrícula: Dezembro para os alunos cotistas (ainda em análise)

Janeiro para os demais.

A ata da reunião de 28/06/2022 foi aprovada por unanimidade.

Nessa reunião do CONDIR as famílias estiveram representadas pela Sra. Claudia Maia Gonçalves da Silva, membro da diretoria da APACAP.

APACAp no ConDir de 31/05/22

1 Jun

Resumo do ConDir do CAp UFRJ

Reunião Remota do Conselho Diretor – ConDir, 31 de maio de 2022, 14 h.

            O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

            A comunidade escolar está representada no ConDir pelo(a) Diretor e Vice-Diretor(a) do colégio, e professores(as) da Diretoria Adjunta de Ensino (DAE), da Diretoria Adjunta de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores(as) dos Setores Curriculares, por três Técnicos(as) Administrativos(as), por três representantes dos alunos(as) e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

            Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail ofcial: apacap.ufrj@gmail.com.

Pauta do Conselho Diretor – 31/05/2022.

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Resolução que regulamenta a atuação do Comitê Permanente da Educação para as Relações Étnico-Raciais (ERER) do Colégio de Aplicação da UFRJ;

2.2. Ata – ConDir

2.3. Afastamentos de sede – do/no país;

2.4. Apreciação de Projetos;

2.5. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.6. Ações na Semana do Meio Ambiente / Recicla CAp

2.7. Recuperação (item incluído na reunião por votação)

Informes da Direção Geral:

–  Com o aumento do número de casos de Covid no país e o diagnóstico positivo de alunos e professores contaminados toda a comunidade deve usar máscara, se possível, fora do colégio também, numa ação preventiva. A terceira dose de reforço da vacina está disponível para os adolescentes abaixo de 18. As famílias devem ficar atentas à condição de vacinação informada pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

– Profa. comentou pedido de reforço sobre o uso de máscara solicitando à DG que aborde os estudantes do 3º EM que são resistentes ao uso de máscara, exigem que os professores parem a aula para pedir a colocação da máscara e repetem esse comportamento com frequência.

– O governo federal anunciou corte de R$ 3,2 bilhões do orçamento do MEC e essa redução vai atingir todas as universidades federais do país. A DG não tem informação sobre o impacto dessa restrição no CAp.

– A DG esteve no último Consuni presencial e tratou da assistência estudantil para os alunos do CAp. Essa demanda é reconhecida pela universidade, mas o recurso para a Educação Básica não pode vir da verba destinada pelo MEC para custear esse direito garantido aos alunos da graduação. Esta semana a DG também respondeu ao MPF sobre a construção da cozinha e refeitório para fornecer alimentação aos estudantes. Essas duas demandas serão tratadas com a reitora, Profa. Denise Pires de Carvalho, e pró-reitores da UFRJ em reunião agendada para a terceira semana de junho;

– Em 22/05/2022 um reboco caiu do teto do corredor de acesso ao prédio da Educação Infantil, no campus Fundão. Não houve vítima. A escola estava fechada devido aos casos positivos de Covid detectados em alunos e professores. A DAE Fundão informou à DG e em pouco tempo uma engenheira e um arquiteto do ETU estiveram na escola, afastaram risco de desabamento do prédio e atribuíram a queda do reboca às infiltrações do telhado do prédio.

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus LAGOA:

– Estudantes estão chegando sem máscara na escola e não há mais estoque para fornecer máscara ao aluno. Há casos de alunos com Covid no 1º, 2º e 4º anos do EFI e no 2º EM. Há também professores afastados porque testaram positivo para Covid após apresentarem sintomas de gripe. A DAE pede que as pessoas com suspeita de Covid não frequentem a escola. Reitera a obrigatoriedade do uso de máscara na escola e informa que se numa turma dois alunos apresentarem diagnóstico positivo para Covid as atividades dessa turma serão suspensas e as aulas migraram para o modo remoto.

– A DAE Lagoa está aceitando doação de máscaras.

– Todos os boletins já estão impressos e foram entregues aos alunos do EFI. Os alunos do EFII e EM estão recebendo aos poucos, esta semana, porque há muitos estudantes com notas baixas e em recuperação. A DAE está fazendo essa entrega individualmente.

– A DAE esteve reunida com o Instituto de Psicologia da UFRJ para avançar no estudo e compreensão das alterações de comportamento detectadas na escola após a retomada das aulas presenciais. O grupo de intervenção está trabalhando para propor ação com os docentes.

            Nota: Na reunião com a DG, em 23/05, a APACAp registrou a série de mensagens das famílias que relatam casos de violência na escola e reiterou a necessidade de ação institucional, para integrar as famílias numa abordagem multidisciplinar que una a comunidade nos esforços para reduzir condutas violentas dentro da escola.

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus FUNDÃO:

– Há cinco casos de docentes com Covid no Campus Fundão e a sede suspendeu atividades na semana passada e retornou às aulas em 30/05;

– O uso de máscara pelas crianças da EI – faixa etária entre 2 e 5 anos – é complicada e a escola pede que as famílias reforcem as condutas preventivas e não mandem para a escola as crianças com sintomas de gripe;

– O local da queda do reboco do teto do corredor, em 22/05, permanece isolado. Os profissionais do ETU que estiveram no local afastaram risco de desabamento.

Informes do Grêmio:

– Alunos informaram a realização de uma semana sobre feminismo com a realização de palestras e reuniões.

Setor de Geografia:

– Profa. agradeceu apoio e presença das famílias na edição do evento Territórios CApianos “Disputas hegemônicas, tensões geopolíticas e a “novíssima” ordem mundial” que reuniu 116 alunos no teatro do colégio, na manhã de sábado, 28/05. Familiares e amigos totalizaram 130 presentes. Próxima edição acontecerá em setembro.

Informes da APACAp:

– Associação relatou novos casos de violência entre alunos que foram registrados pelas famílias através dos grupos de representantes mantidos pela APACAp. Em particular, foi encaminhado caso de pedido de ajuda de família que não identifica resultado positivo na intervenção que o SOE tem adotado com aluno que insiste em agredir estudante do 3º EFI. 

– A APACAp informou à DG por e-mail sobre a queda do reboco do teto do corredor do campus Fundão, em 22/05, e revelou o fato às famílias do segmento da Educação Infantil através do grupo de representantes (aplicativo de msg) pedindo que o informe e a foto do corredor fossem encaminhados às famílias de todos os níveis. Registramos o pedido para que a DG, como gestora do CAp, marque reunião emergencial com a Reitora para tratar do episódio. A reunião deve ter a presença de uma comissão de mães e pais de alunos do EI para que o grupo debata as ações, uma agenda de intervenção e garanta a segurança de crianças e adultos que estão no campus Fundão. A APACAp registrou que as famílias estão com medo de mandar os filhos ao colégio. A sede Fundão apresenta inúmeros problemas de infiltração, além de danos nas partes elétrica, hidráulica, pavimentação e mobiliário. Frisamos que a incorporação da antiga Escola de Educação Infantil, no final de 2019, foi um ato administrativo carregado de compromissos da DG do CAp e da UFRJ com as famílias e os trabalhadores. A escola ficou fechada quase dois anos e toda a estrutura está muito degradada. A constatação que a queda do reboco é devida à infiltração do telhado não acalma as famílias. Mesmo  para um leigo é possível supor que nenhum profissional pode garantir que novo reboco não vá se desprender do teto. A APACAp registrou que mães e pais engenheiros civis se voluntariam para vistoriar o prédio com a equipe da UFRJ. A reunião com a reitora deve encaminhar ações que tenham apoio das famílias, como ida ao MEC para solicitar verba, avaliar a transferência provisória do segmento da Educação Infantil para outro espaço da universidade, entre outras. Reiteramos que é preciso achar uma solução rápida e eficaz porque os problemas são graves e só vão piorar.

A DG acolheu a solicitação da APACAp e vai pedir a reunião emergencial à reitora. A DG frisou que segue atuando para acelerar a realização das obras no campus Fundão, que a universidade já autorizou a compra de fogão e geladeiras novos, e que garantiu a instalação de novos aparelhos de ar-condicionado na escola. Registrou que a PR-3 é sensível ao relato das demandas e já providencia a reforma do telhado. Reforçou que trabalha para garantir alimentação para os alunos com a construção da cozinha e do refeitório no campus Lagoa; auxílio estudantil de R$ 300 para os alunos carentes; e aguarda a chegada do carrinho inox comprado pelo CFCH para iniciar a oferta de quentinhas aos estudantes do 3º EM que estudam em horário integral 4 dias por semana.

A APACAp replicou que acompanha os esforços da DG junto à UFRJ, conhece e informa às famílias as ações em curso, mas agora o episódio da queda do reboco do teto num corredor que é circulação obrigatória de alunos e funcionários coloca a situação em outro patamar. Não é possível aguardar mais uma agenda de intervenção não detalhada pelos gestores. Sobre o fornecimento de comida e assistência estudantil aos alunos, a APACAp repetiu que o perfil das famílias do CAp está mudando, que o SOE já registrou essa demanda através de estudo realizado na pandemia, e a Associação é abordada por mães e pais que dizem não ter condição de manter o estudante no colégio sem a garantia desses direitos.  A UFRJ e o CAp precisam garantir acesso, segurança e permanência aos estudantes da Educação Básica da universidade.

Em função de compromissos profissionais a nossa representação não ficou até o final da reunião do colegiado. Esse resumo, excepcionalmente, registra apenas os temas principais que dizem respeito diretamente às famílias e alunos.

A inclusão do ponto de pauta sobre Recuperação teve voto favorável da Associação, mas o debate desse tema aconteceu após a saída da nossa representação. As famílias devem aguardar informe oficial da escola sobre o calendário de Recuperação. 

A APACAp foi representada na reunião por Patricia Boueri e Esmeralda Soares.

APACAp

Gestão 2022-2023

RJ, 31/05/2022.

 

 

APACAp no ConDir de 10/05/22

19 Maio

Resumo do ConDir do CAp UFRJ

Reunião Remota do Conselho Diretor – ConDir, 10 de maio de 2022, 14 h.

            O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

            A comunidade escolar está representada no ConDir pelo(a) Diretor e Vice-Diretor(a) do colégio, e professores(as) da Diretoria Adjunta de Ensino (DAE), da Diretoria Adjunta de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores(as) dos Setores Curriculares, por três Técnicos(as) Administrativos(as), por três representantes dos alunos(as) e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

            Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail ofcial: apacap.ufrj@gmail.com.

Pauta do Conselho Diretor – 10/05/2022.


1. Expediente:

1.1. Informes:
1.1.1. Direção Geral
1.1.2. DALPE
1.1.3. DAE
1.1.4. Conselheiros
1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;
2.2. Afastamentos de sede – do/no país;
2.3. Apreciação de Projetos;
2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC

2.5. Ações na Semana do Meio Ambiente / Recicla CAp

Informes da Direção Geral:

– DG esteve em reunião com a PR3 e PR4 na sede Fundão. Da reunião saíram alguns compromissos por parte da PR3. São eles:

  • Compra de ar condicionado para as salas que estão sem.
  • Troca do mobiliário da sede Fundão
  • Aquisição de novos brinquedos, inclusive os que ficam na área externa.
  • Cercamento com lona da área externa da sede Fundão
  • Maior rotina de desentupimento do encanamento
  • Obra no telhado da EI – a PR3 vai embutir esse serviço em algum processo já em andamento para que ocorra de forma mais rápida.
  • Cartão corporativo – a DG conseguiu um cartão corporativo para compras emergenciais. Nada do que pode ser planejado deve ser adquirido com o cartão.

– Almoço do 3° ano do EM – só está faltando o carrinho de inox para transportar a comida do transporte até os alunos. O transporte das comidas, bem como a autorização no restaurante já está ok. Só falta adquirir o carrinho.

– DG informou que a PR3 já solicitou ao ETU projeto de cozinha e refeitório para a sede Lagoa.

– Em reunião com a PR4 a DG conseguiu 3 auxiliares de enfermagem para o CAP. Ainda não chegaram.

– Cap conseguiu 6 vagas de professores efetivos. A necessidade é de 80.

– Sobre a Reunião do ConDiCap, a DG informou que todos os Caps relataram mesmos problemas sobre dificuldades de socialização dos estudantes. A verba do ConDiCap para o CAp UFRJ é de aproximadamente 400 mil. É desse dinheiro que comparão 10 aparelhos de ar condicionado e os brinquedos da EI.

– por fim, a DG leu o email de uma família que solicitou a reposição de aulas e aulas de reforço devido ao déficit de greve e pandemia. A DG informou que as aulas de reposição de greve já ocorreram e que está trabalhando na avaliação do diagnóstico pós ensino remoto, no entanto informou que o CAP não é uma escola que visa ENEM, concurso ou vaga de emprego. O email falava sobre a falta de ar condicionado, que a DG ressaltou sobre a compra dos mesmos. Além disso, a família relatou sobre comportamento indevido e pediu punições mais efetivas por parte dos professores e fiscais de pátio.

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus FUNDÃO

– Nos próximos dias ocorrerá a semana de avaliação antropométrica nutrição.

– A vaga do NEEI já foi preenchida

– A escola voltou com o Projeto Leva e Traz

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus LAGOA

– Reforçaram a data da Escola Aberta que será dia 21/05 das 8h às 12h, com entrada dos responsáveis até as 11h.

– Informaram que já ocorreram as reuniões de retorno da avaliação diagnóstica dos EFI e EFII, e estão terminando com o EM.

Informes da APACAp:

– a APACAp reforçou sobre diversos e-mails e relatos sobre problemas de comportamento em todos os seguimentos e propôs que seja realizada uma ação envolvendo famílias, alunos, professores, técnicos e uma equipe multidisciplinar, com psicólogos, pedagogos, sociólogos, etc. Informamos que são muitos relatos sobre violência, bullying e desrespeito mútuo, e que aparentemente nem a DAE e nem o SOE estão conseguindo solucionar.

O SOE respondeu explicando que intervém nesses comportamentos no sentido de usar o conflito como um processo educativo. A DAE não se manifestou.

– A APACAp informou que solicitará reunião com a Reitora, onde traremos de assuntos como: auxílio aos estudantes, informatização da escola, cobertura da quadra, contratação anual de Profs. Substitutos a tempo de chegarem na sala de aula no início do ano letivo, entre outros.

– A APACAp enfatizou que é urgente a identificação das famílias em vulnerabilidade financeira, argumentando que uma escola que possui cotas sociais precisa prover a permanência desses estudantes na escola. Há famílias que não possuem condições de manterem seus filhos seu algum tipo de auxílio. Sobre isso, a DG informou que tenta incorporar os alunos aos auxílios dos estudantes universitários, mas ainda não foi possível.

– Marcamos para o dia 17/05 a reunião com a DG, no compromisso de mantermos reuniões mensais. (Atualização: Reunião remarcada para 23/5.)

– E por fim, foi informado sobre o email do ETU, que identificou a data de 23/05 como o prazo para entrega do projeto de obra na quadra.

Setor Curricular de MULTIDICIPLINAR – Comunica que já iniciou a Estudoteca com os alunos do 3° ano e a partir de 16/05 inicia com os demais anos.

Setor Curricular de LINGUA PORTUGUESA – Informou que conseguiram entrada e ônibus para os estudantes visitarem o Salão Carioca de Leitura.

Grêmio – Informaram que em breve enviarão as autorizações para os ensaios da Festa Junina para os alunos do EFI. Informaram ainda que a data da Festa Junina será 16/07.

2. Ordem do Dia:

Ata – ConDir; – não teve


Afastamentos de sede – do/no país – não teve

Apreciação de Projetos – só foi informado que está retomado o projeto da professora Cristiane de Francês.


Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC

– Aprovação da banca da Professora Glaucia pra professora titular – Foi aprovada por unanimidade.

Ações na Semana do Meio Ambiente / Recicla CAp

– Semana do Meio ambiente ocorrerá de 6 a 10 de junho. A proposta de recreio expandido dia 9 de junho com redução dos tempos de aula. Houve votação do horário especial no dia 9 de junho, onde terá 3 tempos de 45 min, recreio de 1 h e mais 3 tempos de 45 min. – Foi aprovado por unanimidade

Inclusão de pauta: Uso das máscaras nos locais externos da escola

– A DG informou que considerando o cenário de queda nos índices de Covid no RJ e o avançar da vacinação inclusive para os alunos, que ai propor ao GT Covid a permissão de que os alunos fiquem sem máscara nos locais externos da escola (pátio, quadra, etc).

Sobre o tema ficou decidido que se discutiria mas a votação ficaria para o próximo Condir, uma vez que não foi levado aos representados essa questão.

O setor de Multidisciplinar relatou preocupação quanto ao não uso das máscaras nos recreios, uma vez que as crianças voltarão para as salas e não saberão onde estão as máscaras. Que atualmente as crianças têm chegado na escola sem máscara e estão pegando com a DAE, quando tirarem no recreio não haverá máscara para repor. Além disso informou que é um grupo onde há muitos irmãos pequenos que não se vacinaram.

A representante da APACAp relatou que dá aula na Fiocruz, onde o procedimento de não utilizar a máscara nos locais externos já ocorre e que não houve relato de maiores índices de contaminação,  após isso, mas que de fato os alunos retornam pras salas sem máscara.

A representante da EI informou estar sendo muito cansativo pedir que as crianças pequenas fiquem usando a máscara. Que ficar sem máscara para essas crianças já é uma realidade.

O representante do setor de Biologia informou que os estudantes já não estão usando máscaras nos corredores. E que toda hora tem que chamar atenção para o uso das máscaras.

A DAE Lagoa informou que tem insistido com os alunos sobre o uso da máscara.

 A APACAp foi representada na reunião por Ana Carolina Bellot.

APACAp  Gestão 2022-2023

RJ, 13/05/2022.

APACAp no ConDir de 19/04/22

28 Abr

Resumo do ConDir do CAp UFRJ

Reunião Remota do Conselho Diretor – ConDir, 19 de Abril de 2022, 14 h.

            O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

            A comunidade escolar está representada no ConDir pelo(a) Diretor e Vice-Diretor(a) do colégio, e professores(as) da Diretoria Adjunta de Ensino (DAE), da Diretoria Adjunta de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores(as) dos Setores Curriculares, por três Técnicos(as) Administrativos(as), por três representantes dos alunos(as) e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

            Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail ofcial: apacap.ufrj@gmail.com.

Pauta do Conselho Diretor – 19/04/2022.

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;

2.2. Afastamentos de sede – do/no país;

2.3. Apreciação de Projetos;

2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Alterações no Calendário Acadêmico – Semana de avaliação (29/4 a 6/5), Segunda Chamada (7 a 14/5) e Escola Aberta 21/5

2.6. Homologação composição provisória Comitê Permanente da Educação para as Relações Étnico-Raciais (ERER)

Informes da Direção Geral:

– Aparelhos de ar condicionado de três salas – professores, adm e aula – foram trocados e/ou reparados;

– Quatro salas do segundo andar da escola têm obra de telhado e alvenaria concluída e serão reocupadas pelas aulas após os feriados de Abril. Corredor de acesso às salas foi reformado. Essa mudança libera o uso do Laboratório de Biologia para atividades do setor curricular. A sala 9 (mini auditório) continuará a ser usado para Língua Estrangeira; 

– Cópias em papel para avaliação dos alunos dos campi Lagoa e Fundão estão asseguradas pelo serviço de gráfica contratado, com cota mensal e presença do técnico durante uma semana, uma vez por mês, na sede Lagoa;

– O ConDiCAp se reúne na próxima semana e terá a presença da Diretora e da Vice-Diretora Geral do CAp. Colegiado vai tratar de pauta sobre Enem e Sisu;

– Próximo ConDir começa a discutir o Plano de organização interna dos departamentos e professores;  

– CAp vai enviar ao GT Covid da UFRJ pedido de revisão de uso de máscara no pátio, durante o recreio. A decisão sobre a consulta será avaliada no próximo ConDir;

– Alunos devem manter uso de máscara no colégio e trazer máscara reserva de casa. Colégio não vai comprar mais máscaras e o estoque atual é para atender os funcionários e os professores. Apenas os alunos com dificuldade financeira devem recorrer à DAE para retirar máscaras para uso diário;

– Colégio vai exigir uso do uniforme completo, conforme modelo descrito na norma do colégio.  Short e camisetas de uniforme cortadas não são permitidos, assim como uso incorreto ou não uso de uniforme nas aulas de Ed. Física e durante a prática de esportes no recreio. Família deve ficar atenta ao uniforme que o/a estudante sai de casa. DAE enviará e-mail às famílias sobre o tema;

– Alunos/as do turno da tarde que chegam no segundo tempo de aula atrapalham a dinâmica da sala porque demandam retorno ao conteúdo já dado no primeiro tempo. Famílias devem ficar atentas ao transtorno e evitar ao máximo que o/a aluno/a perca o primeiro tempo de aula.

Informes da DALPE – Direção Adjunta de Licenciatura e Pesquisa e Extensão

– Pesquisas que acessem dados dos estudantes têm que passar pelo Comitê de Ética da UFRJ para que recebam parecer e o termo de autorização que será assinado pelas famílias. Pesquisador deve estar presente na escola para tirar dúvidas e convencer as famílias da validade da pesquisa;

– Parceria com a Faculdade de Educação dispõe de Van (com quatro vagas para licenciandos) para fazer a integração entre o campus da Praia Vermelha e o CAp a partir das 7h da manhã e no turno da tarde.

– Resolução da UFRJ autoriza atividades remotas, sobretudo na extensão, mas no contexto do CAp é uma questão problemática. Os coordenadores de extensão devem conhecer a Resolução da universidade e enviar sugestões ao texto para o CAp enviar à UFRJ.

– Atividade de pesquisa é suspensa quando docente pede licença que não seja de estudo. Na volta o prof.(a) deve pedir revalidação do projeto;

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus FUNDÃO

– Agradecimento às famílias pela doação de material de primeiros socorros e brinquedos.

– Expediente na ED. Infantil alterado: 4ªf. 22/04, horário parcial até 12h; 6ªf., 22/04, recesso. Na 3ªf, 26/4, horário parcial até 12h devido a Plenária Pedagógica.

Informes da DAE – Direção Adjunta de Ensino – campus LAGOA

– Agradecimento às famílias pela doação de material de primeiros socorros.

– Expediente alterado: 4ªf.. 22/04, horário parcial até 11:50h; 6ªf., 22/04, recesso. Na 3ªf., 26/4, não haverá aula no turno da tarde devido a Plenária Pedagógica.

– Famílias devem atualizar cadastro dos estudantes enviando 5 fotos 3X4. Muitas famílias ainda não atenderam ao pedido;

– Professores do Instituto de Psicologia da UFRJ participam da Plenária Pedagógica do dia 26/04 para conversar sobre os desafios na volta às aulas depois do período de estudo remoto. O diálogo com os professores contratados e substitutos vai resultar numa ação posterior com os alunos. 

Informes da APACAp:

– Famílias copiaram Associação na comunicação à DAE relatando prática de violência entre estudantes do 6º EF II. Estudantes estão com medo de ir à escola, assustados com o comportamento dos colegas em sala. As famílias estão atentas à resposta e solicitação de apoio da escola. Pedem que o SOE e a DAE deem atenção aos episódios relatados. A DG e os conselheiros representantes do SOE e da DAE Lagoa não comentaram o informe;

– Retomamos agenda do CAp com a UFRJ para tratar de verba permanente para a Educação Infantil e orçamento para reformas no campus Fundão. Famílias desse segmento seguem atentas às demandas da Educação Infantil e insistem que é urgente garantir pleno orçamento para o segmento que foi incorporado ao CAp no final de 2019. Através do envio de ofícios a DG do CAp constrói uma agenda com a PR-3 – Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças-  e a PR-6 – Pró- Reitoria de Gestão e Governança – para solucionar essas duas questões financeiras;

– APACAp pediu esclarecimentos sobre o cronograma do contrato da empresa que faz o projeto da obra da quadra de esportes. No ConDir passado a DG informou que o dinheiro para pagamento da empresa tinha sido empenhado. Deduzimos que o contrato está em andamento. A Associação vai enviar ofício ao ETU – Escritório Técnico Universitário – solicitando transparência dos prazos desse contrato e a agenda de licitação e início da obra da quadra.

– Retomamos o tema de adoção do uniforme escolar para a Educação Infantil, que aguarda decisão da DG. Assunto segue em análise.

Setor Curricular de ESPANHOL – o evento CAp Espânico com o tema “Espanhol nos meios de Comunicação” acontece em 30 de Abril, de 8 às 13:30h, e convida estudantes, familiares e toda a comunidade para participar.

Setor Curricular de GEOGRAFIA – inicia Curso de Formação de Professores no projeto de Educação Ambiental numa abordagem transdisciplinar. Link no portal do CAp para mais informação.

Setor Curricular de MULTIDICIPLINAR – comunica que projeto de extensão de profa. do CAp foi contemplada com edital Jovem Cientista do Rio de Janeiro. Não é comum essa linha de financiamento atender projetos na Educação Básica e o Setor felicita a professora.

2. Ordem do Dia:

– Aprovado o Programa Meninas e mulheres nas Ciências Exatas e da Terra, Engenharias e Computação, em parceria com o Observatório do Valongo, da UFRJ;

– Homologada a Comissão Recicla CAp;

– Comitê Permanente da Educação para as Relações Étnico-Raciais (ERER) – Professores membros do Comitê leram “Carta aberta do ERER ao Colégio de Aplicação sobre combate ao racismo na escola”, informando sobre notificações recentes de casos de racismo na escola envolvendo professores, estudantes, licenciandos e ex-licenciandos. A carta alerta que “há racismo no CAp: isso deve ser afirmado”. Foi homologado o Comitê Permanente da Educação para as Relações Étnico-Raciais ERER.

– Alterações no Calendário Acadêmico – Semana de avaliação: de 02 a 09 Maio. Segunda Chamada: 7 a 14 de Maio – sábado e Escola Aberta: 21 de Maio.

            A APACAp foi representada na reunião por Patricia Boueri.
APACAp

Gestão 2022-2023

 

 

Corrente do Bem

8 Abr

10a. Etapa garante cestas básicas para cerca de 70 famílias de alunos e 80 terceirizados do CAp!

A ação solidária Corrente do Bem feita por professores CAp UFRJ está na 10a etapa e garante desde o início da pandemia alimentos para famílias de alunos do CAp, mensalmente, e terceirizados com contrato, demitidos e/ou transferidos do colégio (profissionais empregados recebem 5 cestas ao ano). O vínculo das famílias de alunos e profissionais é com os campi Lagoa e Fundão.


Participe ! Toda a doação é importante para levar comida à mesa das famílias capianas. Informações para depósito e prestação de contas nos posts abaixo.

A cada etapa a Corrente do Bem também doa cestas básicas para famílias vulneráveis que moram em favelas e bairros da periferia da cidade.

Nova diretoria da APACAp se reúne com Direção Geral do CAp UFRJ

22 Mar

RESUMO REUNIÃO DIREÇÃO DO CAp

Local: Campus Lagoa – gabinete DG

Data: 15/03/2022                                                     Horário: 15h

DIREÇÃO DO CAp     

  • Profa. Maria de Fátima Galvão
  • Profa. Maria Cristina Miranda

DIREÇÃO DA APACAp

  • Ana Carolina Bellot
  • Adriano Vinagre
  • Esmeralda Soares
  • Patricia Boueri

PAUTA DA REUNIÃO

  • 1) Reposição pedagógica: quando haverá diagnóstico da perda e como resgatar?
  • 2) Famílias reclamam informação sobre a adoção do Novo Ensino Médio
  • 3) Infraestrutura precária do campus Fundão/EI
  • 4) Licitação Gás da EI
  • 5) Ventiladores e ar condicionado
  • 6) Assistência estudantil:
  • 7) Obra da quadra
  • 8) Profs. Substitutos
  • 9) Socorro Médico na escola. Posto de atendimento básico
  • 10) Refeição escolar – sobre a construção da cozinha no CAp.

Informes da DG na abertura da reunião:

  • O CAp conseguiu na UFRJ o fornecimento de almoço para os alunos do 3º ano do Ensino Médio que estudam integral de 2ª a 5ª feira. Início do fornecimento das quentinhas será informado aos alunos. Foram adquiridas 80 quentinhas. Será enviada circular para saber quantos alunos do 3º do Ensino Médio possuem interesse no fornecimento da refeição. O CAp precisará de carrinho para deslocamento das quentinhas e caixas de conservação. Será indagado junto ao restaurante da UFRJ se será fornecido junto com as quentinhas ou se será preciso adquirir com o orçamento do CAp.
  • Reitoria liberou verba especial para conserto das salas interditadas. Por enquanto, haverá remanejamento das salas.
  • A DAE Lagoa e Fundão retomam preferencialmente o atendimento presencial das famílias porque a demanda online (via e-mail) vivenciada durante a pandemia é incompatível com a rotina presencial da escola. Os professores possuem horário para atendimento das famílias. As famílias devem registrar o assunto e solicitar agendamento de reunião através dos e-mails e a resposta será presencial: DAE FUNDÃO: eeiufrj@eei.ufrj.br DAE LAGOA: daecap@gmail.com.

ANOTAÇÕES DA PAUTA

  • Reposição pedagógica: quando haverá diagnóstico da perda e como resgatar?

A DG informa que o início do ano letivo serviu para que os que professores avaliassem os alunos e vão apresentar o diagnóstico e traçar estratégias de resgate coletivas na Plenária Pedagógica de 17/03/2022. As famílias vão ser informadas do diagnóstico em nova reunião, específica para abordar esse tema, sendo que casos individuais serão tratados com as respectivas famílias. Já é possível identificar que a concentração dos alunos está reduzida; a escrita à mão nas séries finais precisa ser estimulada e professores e alunos estão envolvidos na reorganização de conduta social (saber falar e escutar; se comportar em grupo, etc.). Após a plenária, com data a definir, haverá reunião com os pais.

  • Famílias reclamam informação sobre a adoção do Novo Ensino Médio

O CAp é crítico ao Novo Ensino Médio e desde 2017 discute o modelo através de GT que foi descontinuado na pandemia e será retomado esse semestre. O objetivo é adotar um modelo que valorize os aspectos positivos do Novo Ensino Médio. A DG informa que o aumento da carga horária previsto na atual legislação já é seguido pela escola e a oferta de disciplinas também é compatível com os atuais objetivos.  

  • Infraestrutura precária do campus Fundão/EI

A DG informa que houve troca de piso de algumas salas no ano passado e que estão comprando ventiladores para a Educação Infantil. A APACAp apresentou relação de melhorias e manutenção necessárias no campus Fundão e se colocou à disposição para auxiliar a DG na mobilização de recursos junto à UFRJ. A DG informou que a Resolução de 2018 da UFRJ, que previu a integração da Escola de Educação Infantil ao Colégio de Aplicação, estabelecia a criação e um GT para apurar os custos operacionais da sede da EEI nos últimos anos que serviria de base para fixar o recurso contínuo que o CAp passaria a receber para custear as despesas do campus Fundão. Esse GT não foi criado. A DG se reúne na próxima semana com a reitora da UFRJ, profa. Denise Pires de Carvalho, para tratar também desse tema. Não há como o CAp assumir as obras necessárias por falta de orçamento para tal. Há previsão de que a DG vá à sede Fundão periodicamente.

  • Licitação Gás da EI

O processo de licitação para compra do gás para a Educação Infantil contempla todas as unidades da UFRJ, o que atrasa o andamento da licitação na PR5 da UFRJ, pois há descompasso com o calendário da UFRJ. A doação das famílias do CAp garante gás para mais um mês no campus Fundão. As crianças da Educação Infantil estudam em horário integral e fazem as refeições na escola. Esse tema será abordado na reunião com a reitora.

  • Ventiladores e ar condicionado

O CAp aderiu ano passado à ata de licitação de ventiladores e empenhou o dinheiro para quitação da Nota Fiscal, que não foi paga porque a empresa faliu e não entregou os ventiladores. O dinheiro que não foi gasto retornou para a União. A DG informa que este ano o CAp aderiu a uma IRP (Intenção de Registros de Preços) de ventiladores e vai conseguir também 10 novos aparelhos de ar condicionado. Recurso do governo federal para retomada das aulas presenciais chegou agora ao colégio e foi usado para comprar mais ventiladores para os campi Fundão e Lagoa.

  • Assistência estudantil

O perfil das famílias do CAp mudou rapidamente e há alunos que correm risco de evasão escolar por falta de assistência material. DG explica que a UFRJ recebe verba do governo federal para assistência estudantil, mas é destinada especificamente para alunos da graduação e pós-graduação. Esse tema faz parte da pauta da reunião com a reitora da UFRJ na próxima semana.

  • Obra da quadra

APACAp solicitou um cronograma da obra e pediu apoio da DG para marcar visita da deputada Talíria Petrone à sede Lagoa. O objetivo é apresentar o espaço que vai receber o recurso da emenda parlamentar e fazer uma reunião presencial da deputada e com a representação da reitoria da UFRJ. Apoio confirmado.

  • Profs. Substitutos

Os professores aprovados devem chegar à sala de aula no início de abril. APACAp frisou que novamente a UFRJ autoriza processo seletivo de professores no tempo que é bom somente para a Universidade, que começa o novo semestre letivo (2022.1) em abril próximo. Esse prazo não contempla o calendário acadêmico do CAp. A DG explicou que em 2020 a UFRJ mudou a regra de solicitação de professores substitutos para todas as unidades e isso trouxe novo descompasso, agora, para o CAp. Em 2021 o colégio recebeu todos os professores substitutos. APACAp acordou que é necessário um esforço de toda a comunidade para esclarecer de uma vez por todas que o CAp é a Educação Básica da UFRJ e tem especificidades muito diferentes da graduação e pós-graduação, sendo uma das mais sensíveis a necessidade de ter todos os professores substitutos autorizados pelo CEG em sala de aula no início do ano letivo.

  • Socorro Médico na escola. Posto de atendimento básico no campus Lagoa

A escola também detecta essa demanda no campus Lagoa. No campus Fundão há um posto de atendimento básico porque a Educação Infantil funciona em espaço anexo ao do Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira – IPPMG -. A DG já solicitou esse profissional à UFRJ e recebeu a resposta que não há previsão de atendimento. Há também falta de uma assistente social lotada no CAp. Para os dois cargos terá que ser feito concurso público específico para o CAp, o que será requerido em reunião com a reitora da UFRJ na próxima semana.

  • Refeição escolar – sobre a construção da cozinha no CAp.

O colégio é atendido pelo ETU – Escritório Técnico Universitário – para definir o local da cozinha/despensa/refeitório e início das obras. Aspectos como estoque e conservação de alimentos perecíveis podem levar à decisão de que a comida chegará pronta ao CAp, acondicionado em compartimentos térmicos, para ser servida aos alunos. A planta da escola é estudada para situar o local de refeitório compatível com o número de alunos.

 

APACAp no ConDir 08/03/2022

11 Mar

Resumo do ConDir do CAp UFRJ 

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 08 de MARÇO de 2022, 14 h.

            O Conselho Diretor (CONDIR) é órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – CONSUNI em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

            A comunidade escolar está representada no CONDIR pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor-Adjunto de Ensino. A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três técnicos administrativos, por três representantes dos alunos e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional.

            Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata oficial da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta e seus anexos é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

PAUTA do ConDir:

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;

2.2. Afastamentos de sede – do/no país;

2.3. Apreciação de Projetos;

2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Medidas Protetivas – COVID 19 – no CAp/UFRJ (vacinação, uso de máscaras, recreios alternados, ar condicionado, ventiladores e outros.

INFORMES DA DIREÇÃO GERAL:

Medidas adotadas para prevenção  da Covid 19:

  • USO OBRIGATÓRIO DO USO DE MÁSCARA – Embora o município do Rio de Janeiro, nesta data, tenha abolido a obrigatoriedade do uso de máscaras, tanto nos ambientes internos quanto externos, a posição do CAp/UFRJ no momento, conforme orientação do GT de Segurança, é não abolir o uso delas, entendem que ainda não é momento apropriado.

Fundamentam tal postura porque a cobertura vacinal dos estudantes de todo colégio é na ordem de 50%. O ideal é de que no mínimo já estivéssemos com pelo menos 70% deles vacinados.

Sustentam que como a UFRJ é uma autarquia federal, tem autonomia para decidir sobre o assunto, frisaram também que o decreto municipal deixou a critério das escolas decidirem ou não, pela obrigatoriedade do uso das máscaras em seus ambientes.

Esta medida está de acordo com os protocolos do GT de Bioseguranca e Complexo Hospitalar da Universidade.

  • VACINAÇÃO PROFISSIONAIS CAP UFRJ – Os servidores do CAp/UFRJ já estão com cobertura vacinal completa.
  • REUNIÃO GT SEGURANÇA E RESPONSÁVEIS – Por entenderem que o percentual da cobertura vacinal está baixo entre os estudantes, será realizada uma reunião online na sexta feira, dia 11/03/2022, às 19h, com membros do GT e os responsáveis de estudantes não vacinados (ou que não tenham enviado o comprovante vacinal). O objetivo é dirimir dúvidas, contribuir para dissipar temores sobre a segurança das vacinas e, assim, colaborar para aumentar os índices de vacinação na Escola.

  • DIA DE VACINAÇÃO NO CAp LAGOA – Outra medida para incentivar o aumento da cobertura vacinal: na próxima terça feira, dia 15/03/2022, haverá vacinação na escola para todos os estudantes do Colégio, somente na sede Lagoa, facultado um parente também se vacinar. Para isso, é necessário que a família envie uma autorização para que seu filho se vacine. As famílias que não entregaram o comprovante de vacinação do estudante receberão todas as informações por email.

  • DISTANCIAMENTO SOCIAL – Com a queda dos índices de contaminação e o aumento da vacinação, conforme orientação do GT de Segurança, é possível flexibilizar o distanciamento social, com a manutenção de máscaras. Foi ressaltado a importância da realização de trabalhos em dupla ou grupo, em especial para estudantes em processo de entrosamento. Votado e aprovado pelo colegiado a retomada de trabalhos escolares em grupo.
  • COMPRA DE MÁSCARAS – A Direção Geral informou a aquisição de mais 900 máscaras e que há disponibilidade para estudantes que necessitem.

OBRA DA QUADRA – A nova empresa que fará o projeto de fundação já está fechada e apresentou a documentação adequada para a contratação. Entendimento entre a Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças da UFRJ, prof. Eduardo Raupp, e a deputada Talíria Petrone, responsável pela emenda parlamentar que destinou R$ 600 mil para a cobertura da quadra, permitiu que o recurso fosse descentralizado. O projeto de fundação será feito com verba direta, com dispensa de licitação.

BURACOS NA QUADRA – Foi informado que receberam a visita de engenheiro na própria terça, 8/3, para vistoria e emissão de laudo para orientar reparo emergencial, evitando gasto duplicado de dinheiro público.

MANUTENÇÃO DOS APARELHOS DE AR CONDICIONADO E COMPRA DE VENTILADORES – A Direção da escola informou que na 5a e 6a de Carnaval ocorreu a manutenção dos aparelhos de ar condicionado, com informações dos técnicos sobre os protocolos para serem ligados. Num primeiro momento, a direção optou por alternar entre ventiladores e ar condicionado. Mas em 07/03/2022, devido às altas temperaturas na cidade e de acordo com a diminuição das taxas de contaminação na cidade, resolveram levar ao ConDir a  votação sobre ligar os aparelhos de ar condicionado em todas as salas, nos períodos da manhã e da tarde.   Votado e aprovado o uso de ar condicionado nas salas de aula.

Sobre este tema,  a direção leu, antes da votação, um email de família da turma 22A que questionou sobre a falta de ventiladores em boas condições de uso na sala de aula; a compra de 60 ventiladores não concluída em 2021 e a manutenção dos equipamentos de ar condicionado da escola. Segundo a direção, está havendo a manutenção dos aparelhos de ar condicionado. Quanto à compra dos 60 ventiladores, a direção informou que a empresa que havia ganhado a licitação para compra destes aparelhos faliu, com isso o colégio perdeu a verba empenhada para esta compra, já que, na Universidade, verbas empenhadas não podem ser remanejadas para outros fins.

A Direção Geral leu email de pai que sugeriu mobilizações em frente ao CAp com presença de mídia, para buscar verbas para o colégio. A Direção disse que reportava a demanda do responsável à APACAP, mas afirmou ter verba para deixar em uso os ventiladores e aparelhos de ar condicionado.

Indagada pela APACAP sobre se havia possibilidade de vender armários antigos para arrecadar fundos, a Direção informou que o CAp é impedido de vender patrimônio (só pode efetuar doação), não manuseia dinheiro e encontra dificuldades para realizar o processo licitatório.

A receita do CAp/RJ provem de três fontes: verba permanente, verba de consumo e manutenção predial. Somente as verbas de consumo e manutenção predial podem ser mexidas pelo Colégio através da UFRJ. Quanto à verba permanente o colégio está desde 2021 sem receber. O CONDICAP e a UFRJ também fornecem receitas ao colégio, por isso antes de aventarem a possibilidade de se conseguir a doação de ventiladores, a direção tentará junto à reitoria da UFRJ obter verba para compra destes ventiladores e de ar condicionado.

ARMÁRIOS DOS ALUNOS – A direção já comprou novos armários para os alunos e embora questionada por um responsável se os armários antigos poderiam ser vendidos a um ferro velho, foi nos informado que isso não seria possível pelo fato do CAp/UFRJ não administrar o dinheiro diretamente. Os armários serão fornecidos aos alunos mediante assinatura de um termo de responsabilidade e devolvidos ao fim de cada ano letivo. Não haverá mais personalização de armários, porque mudarão, de acordo com a sala do estudante, a cada ano.

REUNIÃO COM DG E APACAP – A nova diretoria da APACAp se reúne com a DG do CAp na terça-feira, 15/03, às 14:00. Cabe confirmação dessa agenda porque neste dia haverá vacinação.

Informes da DAE Campus Lagoa:

REUNIÃO DE PAIS –  Agenda de reunião com os pais do Ensino Médio acontece na próxima semana.

CILINDROS DE GÁS – A direção informou que a compra dos cilindros de gás não está avançando, porque, segundo a PR6, outras unidades não enviaram o quantitativo necessário para iniciar a licitação.

AULAS DE REPOSIÇÃO PARA O ENEM – a direção informou que não há previsão de aulas específicas para esta finalidade, já que a preocupação com a formação dos estudantes é global. Por ora, o CAp não tem nada planejado quanto à reposição pedagógica causada pela perda educacional havida na pandemia. Afirmou que primeiro eles analisarão o desempenho dos alunos de forma individual até estudarem a possibilidade de como será feita a reposição de conteúdo. Reafirmaram que a postura do colégio não é tão somente preparar o aluno para o ENEM, mas formá-lo cidadão. 

ALTERAÇÃO DE HORÁRIOS – O colegiado votou e aprovou a proposta de retomada do horário normal do turno da manhã, de 07:00 às 12:40, a partir de 14/03, com intervalo de dois recreios para facilitar a limpeza das salas. As aulas estavam terminando às 12:15, com apenas um intervalo e com separação de séries para diminuir aglomerações, tanto no recreio, quanto na coincidência entre saída de alunos do turno da manhã e chegada dos estudantes do turno da tarde.

CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES SUBSTITUTOS – O processo seletivo já está encerrado e o RH já está no processo da contratação. Não foi informada a data para os novos professores estarem em sala de aula, mas estimaram pelo menos mais 2 semanas para que comecem a lecionar.

Os professores com comorbidades ainda afastados serão chamados em breve.

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E QUENTINHAS – A Direção Geral informou que só é prevista, dentro da Universidade, assistência estudantil para universitários, mas que diante do aumento de informes de responsáveis sobre a dificuldade de arcar com os custos de transporte dos estudantes e da possibilidade de evasão escolar, a Diretoria Geral marcará reunião com a Reitoria para renovação do auxílio que ocorreu durante a pandemia, assim como para a contratação de quentinhas.

Informes do SOE:

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL – Formalizado ao colegiado a preocupação do SOE com as famílias em situação de vulnerabilidade. Cerca de 46 alunos ingressaram na escola pela política de cotas. Dessas famílias, ao menos 28 possuem uma renda mensal menor que um salário mínimo. Existem famílias sem condições de manterem seus filhos no Colégio sem um auxílio do governo.

O SOE pediu a criação de um Núcleo de Assistência Social para o CAp UFRJ e reforçou a necessidade de auxílio para cobrir necessidades de estudantes em dificuldades no Ensino Básico e não apenas para os universitários.

Foi feita ainda uma observação sobre o racismo epistêmico nas relações acadêmicas e que é preciso incluir pessoas pretas e indígenas também em cargos de Direção e Coordenação.

A Direção Geral explicou que o auxílio do governo existe somente para o ensino superior. Que excepcionalmente, na pandemia conseguiram junto à PR7 um auxílio de 300 reais para famílias, assim a direção tentará junto à reitoria a obtenção de algum recurso.

PLENÁRIA PEDAGÓGICA –  Acontecerá em 17/03, com suspensão de aulas no turno da manhã.

Informes da DAE Campus Fundão:

CILINDROS DE GÁS – A licitacão do gás de responsabilidade da PR6 não está avançando porque outras unidades não informaram o valor quantitativo para compra dos cilindros.

EDUCAÇÃO INFANTIL: Reunião na próxima sexta, 11/3, às 16:30.

Nessa reunião do ConDir as famílias estiveram representadas pela(o)s membros da APACAp: Camila Vidal e Claudia Maia.

 

 

APACAp no ConDir 22/02/22

6 Mar

Resumo do ConDir do CAp UFRJ   

Reunião do Conselho Diretor – ConDir, em 22 de fevereiro de 2022, 14h.

O Conselho Diretor (ConDir) é o órgão máximo deliberativo do CAp UFRJ, criado pelo Regimento do Colégio e aprovado no Conselho Universitário – Consuni -, em 27/07/2018. O colegiado aprecia e delibera sobre temas pedagógicos e administrativos. As famílias compõem o ConDir desde 12/2018, através da APACAp, graças à demanda da Associação defendida durante a elaboração do novo Regimento do CAp.

A comunidade escolar está representada no ConDir pelo Diretor e Vice-Diretor, por um Diretor Adjunto de Ensino (DAE), por um Diretor Adjunto de Licenciatura, Pesquisa e Extensão (DALPE), pelos Coordenadores dos Setores Curriculares, por três Técnicos Administrativos, por três representantes dos alunos e por dois representantes das famílias (APACAp). Todos os membros do ConDir têm direito a voz e voto. Os conselheiros se reúnem quinzenalmente no CAp, salvo agenda excepcional. 

Este relato informativo presta contas à comunidade escolar da representação exercida pela APACAp. Ficam registrados os temas da Pauta(*) e apenas os encaminhamentos com  participação da APACAp no ConDir. O presente relato não substitui a ata formal da Reunião Ordinária do ConDir, a ser divulgada pela Direção Geral do CAp.

(*) A íntegra da Pauta e seus anexos é enviada com antecedência pela presidência do ConDir aos conselheiros. A APACAp recebe o documento através do e-mail oficial: apacap.ufrj@gmail.com.

PAUTA do ConDir:

1. Expediente:

1.1. Informes:

1.1.1. Direção Geral

1.1.2. DALPE

1.1.3. DAE

1.1.4. Conselheiros

1.1.5. Representações

2. Ordem do Dia:

2.1. Ata – ConDir;

2.2. Afastamentos de sede – do/no país;

2.3. Apreciação de Projetos;

2.4. Homologação de bancas e/ou progressões docentes e/ou RSC;

2.5. Afastamentos para estudos

2.6. Resolução Licenciatura (Minuta anexada ao email de convocação para leitura prévia)

Informes da DIREÇÃO GERAL:

  • PORTARIA GT COVID: Nova portaria do GT COVID da UFRJ contará com a previsão do retorno de todos os servidores devido aos baixos índices de contágio.
  • COMORBIDADES: Reitoria ainda não tem definição, mas aponta para retorno de maiores de 60 anos e não considera o tabagismo como comorbidade preocupante para o momento atual da pandemia (80% da cidade do Rio de Janeiro com esquema vacinal completo).

 PASSAPORTE VACINAL: Continua obrigatório, mas em abril poderá ser revisto ante a ampla cobertura vacinal. Foi informado ainda que não há como a escola impedir que o aluno assista às aulas sem ter tomado vacina, tendo em vista recentes decisões da Justiça em relação ao colégio Pedro II, mas a escola vai avaliar individualmente os casos dos não vacinados para entender a razão pois tem como dever informar o Conselho Tutelar caso a criança esteja sendo colocada em risco. Será enviada circular para que os responsáveis enviem o comprovante de vacinação dos alunos.

 VACINAÇÃO: Provável que a vacinação na escola aconteça após o Carnaval, dependendo de reunião Dra Terezinha Marta Castiñeiras, coordenadora do CTD-Covid19.

 DISTANCIAMENTO SOCIAL: Não é algo tão importante diante da vacinação e da máscara. Com isso, salas interditadas voltarão a ser ocupadas. Prioridade é liberar a sala 4 para que Língua Estrangeira possa ter duas turmas.

 OBRA DA QUADRA: Na reunião da Direção Geral do CApcom o Pró-Reitor de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças da UFRJ, prof. Eduardo Raupp, George e o arquiteto Fábio Bruno do ETU – Escritório Técnico Universitário – foi informado que o cronograma da obra vai ser acelerado com a seleção da empresa que realizará o processo para fazer a fundação da quadra. A princípio, o cronograma é que a obra comece em setembro de 2022 e termine em janeiro de 2023.

 BURACOS NA QUADRA: Foi informado que, para não gerar risco de gasto duplicado de dinheiro público, será consultado o arquiteto Fábio Bruno/ETU para definir o que poderá ser feito na quadra agora.

Informes da DAE Campus Lagoa:

  • PASSAPORTE VACINAL: Foi pedido o comprovante de vacinação por e-mail e agora será pedido via agenda, mediante envio de circular. Foi informado ainda que as reuniões com o Fundamental I foram positivas para esclarecimento dos pais. Solicitado apoio à APACAP para informar aos pais que enviem os comprovantes de vacinação, mesmo que apenas com a primeira dose.

 REUNIÃO DE PAIS: Reunião com o Fundamental II será na próxima semana e do Ensino Médio após o Carnaval.

 HORÁRIO: Foi solicitado que os professores mantenham os horários das aulas, não liberando os alunos mais cedo, pois há risco de aglomeração e aumento de sujeira nas áreas comuns do colégio, além de servir para separar os dois recreios.

 PEDRINHAS: Foi informado que o pátio de pedrinhas passará por uma reforma onde serão retiradas as pedrinhas e será colocada grama sintética.

Informes da DAE Campus Fundão (Educação Infantil)

  • TESTAGEM: Parceria com o IPPMG para a testagem registrou casos positivos assintomáticos em alunos e servidores. Foi informado ainda que a parceria permanecerá ao longo do ano para testagem de casos suspeitos. Crianças que tiveram resultados inconclusivos foram retestadas, tendo as famílias optado por retestar ao invés de ficar 48h de isolamento. O saldo foi considerado positivo e a DAE Fundão agradece o apoio das famílias.

 TESTAGEM: Foi obrigatória para que a criança pudesse retornar no dia 14/02. Se permanecer nos mesmos índices, não será necessária testagem após o Carnaval.

 TESTAGEM DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA: Realizado trabalho individualizado das crianças com maior sensibilidade. Um estudante deficiente visual fez autoteste, sendo tudo conversado com a família.

 CILINDROS DE GÁS: Agradeceram a rápida mobilização da APACAP pela doação dos cilindros de gás.

 HORÁRIO DA SEXTA DE CARNAVAL: Em virtude de a sede Fundão estar localizada na principal saída da cidade e na próxima sexta ser início do Carnaval, o horário será das 08h30min às 12h30min.

 HORÁRIO DE ENTRADA E SAÍDA: Foi solicitado atenção das famílias em relação aos horários de entrada e saída da escola. O horário das turmas é escalonado para que todas as crianças não cheguem e saiam ao mesmo tempo.

 PASSAPORTE VACINAL – A DAE Fundão informou que só pedirá comprovante de vacinação das crianças da Educação Infantil (as elegíveis à vacinação) após o Carnaval, pois pelo calendário de vacinação elas foram as últimas a serem vacinadas.

 Informes da APACAp

  • APRESENTAÇÃO NO EI: Foi solicitado pela APACAP que seja feita apresentação da Associação na Educação Infantil, sendo informado que será marcada reunião com as famílias.

 REPRESENTAÇÃO DO INFANTIL 2: Foi solicitado que, enquanto não é marcada a reunião, para que fossem encaminhadas filipetas via agenda para as famílias do Infantil 2.

 REPRESENTAÇÃO: A escola não sinalizou nas reuniões de pais do Fundamental I sobre a representação da APACAP. Foi informado que não houve tempo durante a reunião. A DAE informou que haverá outra reunião de turma e nessa reunião pedirão indicação dos representantes.

 BAIXA RENDA: A APACAP questionou como estão sendo os auxílios às famílias de baixa renda. A DG informou que o colégio ainda não possui assistente social, que será solicitada para o próximo concurso a ser realizado pela UFRJ. Quem declarou receber menos de 1,5 salário mínimo receberá duas camisetas do uniforme do colégio. No entanto as camisetas ainda não foram compradas pois o orçamento obtido possuía preço muito elevado por camisa.

 NEEI: Famílias solicitaram reunião com o Núcleo de Educação Inclusiva para melhor aproximação junto à escola. Foi informado que o NEEI foi criado no final de 2019 e logo depois veio a pandemia, acompanhando os estudantes individualmente. Serão realizados novos movimentos para aproximação dos estudantes da educação inclusiva. Foi informado ainda que a sede Lagoa está se preparando para um aluno deficiente visual que virá, em 2023, da sede Fundão.

 PERDA PEDAGÓGICA PANDEMIA: A APACAp questionou sobre a avaliação diagnóstica pedagógica dos alunos e a DG informou que os processos de avaliação de perda pedagógica dos alunos já começaram.

 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSOR SUBSTITUTO: O processo está sendo finalizado, aguardando apenas a heteroidentificação na quinta-feira (24/02/22) e que, por ser novidade, atrasou o edital. Publicado no diário oficial, entregarão a documentação no CAP que serão encaminhadas para a PR4 para assinatura do contrato. Foi informado ainda que a PR4 já está informada da urgência.

DEMAIS INFORMES:

Matemática – A escola está inscrita na OBMEP. As provas ocorrerão em 7/6 e 8/10.

ATA – CONDIR:

As atas das reuniões de 13/12/2021 e 08/02/2022 foram aprovadas por unanimidade.

Afastamentos de sede – do/no país e para estudo

 Todos os afastamentos de sede e afastamentos para estudo foram aprovados. Cabe destacar que os afastamentos são condicionados a cobertura do setor à ausência do professor.

  Aprovação da Resolução de Licenciatura

A nova Resolução de Licenciatura foi aprovada.

Nessa reunião do CONDir as famílias estiveram representadas pela(o)s membros da APACAp: Ana Carolina Bellot, Adriano Vinagre, Esmeralda Soares e Camila Vidal.